Quase …

by riVta

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

12 respostas a Quase …

  1. Pedro Bidarra diz:

    Lá vamos…

  2. Rita V diz:

    under the blue sky
    a l w a y s !
    😛

  3. “A tua vida só andará para a frente, quando largares quem te puxa para trás”

    • Rita V diz:

      uhm!
      não me parece que seja um tipo qualquer a dizer uma grande verdade destas
      bem-vindo
      😀

  4. António Eça de Queiroz diz:

    O cão é o dos Baskervilles, não?…

  5. manuel s. fonseca diz:

    Ninguém pára o Cão, diria a Eugénia.

  6. O Eco de Umberto diz:

    2012 como um mastim à solta? bem visto…

  7. Teresa Conceição diz:

    Agarrem-no, agarrem-no!

  8. Rita V diz:

    A Teresa está no grupo do meio
    ficou de carrapito
    😛

Os comentários estão fechados.