Walter-Ego & Dot, A Vida e o Golfe

Walter-Ego & Dot by riVta

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

18 respostas a Walter-Ego & Dot, A Vida e o Golfe

  1. manuel s. fonseca diz:

    E é que o WE tem toda a razão ou não passássemos a vida de buraco em buraco!

  2. Rita V diz:

    ah ah ah
    que Boas Gargalhadas dei!

  3. Rita V diz:

    nesse caso e sem grande esforço podemos dizer:
    True Trou

  4. Rita V diz:

    Pourquoi pas?

  5. teresa conceicao diz:

    Boa tacada, Rita!

  6. Bernardo Vaz Pinto diz:

    O buraco da partida pode não ser o buraco da chegada, e o meio pode estar cheio de buracos. Acho que é tudo uma questão de tacadas? Ou da importância do “in between ” ( oops alterei as referencias francófonas para anglófonas…).

    • Rita V diz:

      Bernardo: – Pronto(s), pronto(s) … olhe vamos fazer as pazes sim? podemos escolher antes um ‘Go-Between’, sem buracos? …

      … é que já me perdi no ‘fairway’.
      🙂

  7. António Eça de Queiroz diz:

    Convém não ser grande jogador, a metáfora estoira logo com o jogador se ele faz um ‘eagle’!
    (o Kim Jong-il não devia ter durado tanto, a crer nas alegadas performances…)

  8. O Eco de Umberto diz:

    Tivesse a vida 18 buracos e outro par cantaria.

  9. T. diz:

    Rita,já sabes o que penso disto … e quando o melhor dos outros é contra nós ?

  10. Rita V diz:

    espera
    vou às páginas amarelas num instantinho
    há-de haver arranjo para isso

  11. Ana Rita Seabra diz:

    Não a conheço, mas adoro os seus posts!
    A vida está cheia de chegadas, partidas e de vez em quando com alguns desencontros e buracos no meio…
    obrg

  12. Rita V diz:

    Ana Rita
    Agora já conhece e fica a saber que eu acredito que nada é por acaso…
    Abraço e obrigada por aparecer
    😀

Os comentários estão fechados.