Campeões

 

snooker para campeões

São campeões. Campeões da inovação, da reinvenção, do empreendedorismo. Não há pai para miúdos destes. E quem faça fine bouche a jogar snooker neste tabuleiro limpinho, como se dizia na minha rua, mãe dele é gato.
Áka, esses minino então, tem cabeça!

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

8 respostas a Campeões

  1. Manuel S. Fonseca diz:

    Right! Um engenho desassombrado.

  2. Teresa Conceição diz:

    E a perfeição dos pormenores? Não é para qualquer um.
    Paul Newman que se cuide, se quiser ver a Cor do Dinheiro.

  3. manuel s. fonseca diz:

    Esses candengues têm estilo. E a serenidade do velho Newman.

  4. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Por isso é que a Europa está como está…deixámos de ter este espírito de invenção e confinança…Que lição! É de baixar os olhos, respeitosamente.

  5. António Eça de Queiroz diz:

    Quando vi esta imagem disse logo: para saber jogar aqui não basta geometria ortodoxa, é necessário também dominar uns bons rudimentos de mecânica quântica…
    Adoro essa foto.

  6. manuel s. fonseca diz:

    Quântica? Boa!!!

Os comentários estão fechados.