Big Bang

big bang by riVta

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

17 respostas a Big Bang

  1. T. diz:

    Muito bem esgalhado Rita .
    Bj

  2. G. diz:

    Mais rápido que a própria sombra, como o lucky luke…. mas a sombra não o deixará em paz!

    Excelente Rita!

  3. Teresa Veloso diz:

    Lindo!

  4. manuel s. fonseca diz:

    Big! (Não sei se o Banco vai gostar)

  5. Rita V diz:

    oh! … e agora?
    😛

  6. Ana Rita Seabra diz:

    Bang bang e já está!

  7. Bernardo Vaz Pinto diz:

    The return of the killing shadow….esta saíu-me em inglês….fantástico encadeado Rita…

  8. Também em inglês -The word “metamorphosis” derives from Greek μεταμόρφωσις, “transformation, transforming”,[1] from μετα- (meta-), “change” + μορφή (morphe), “form”.

  9. Felippa Lobato diz:

    Abraçar a sombra é uma libertação.

  10. António Eça de Queiroz diz:

    Entropia assassina.
    Uau!

Os comentários estão fechados.