E se me quiserem pentear … o que é que eu faço?

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

12 respostas a E se me quiserem pentear … o que é que eu faço?

  1. Manuel S. Fonseca diz:

    Para me pentear não preciso, mas davam-me jeito alguns destes preciosos auxiliares…

  2. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Com este ” apparatus” tenho algum medo até para fazer a pouca barba que tenho…

  3. António Eça de Queiroz diz:

    Só para começar isto não devia ser possível.
    Depois é de morrer a rir.
    Por fim adorei, também quero!…

  4. Já imaginou Eugénia trazerem-nos tudo à Sala?
    o chá
    os scones
    o doce
    ( e os after-eight às escondidas)

    ah ah ah

  5. Pedro Bidarra diz:

    Clap, clap, clap. Adoro o circo

Os comentários estão fechados.