Lucio Dalla

Morreu Lucio Dalla. Uma canção basta para que nunca – o nunca das nossas efémeras vidas – o esqueçamos. Ouvi-a a primeira vez num bar de Sorrento sobre a baía. Um sopro numa noite de Verão.


ti voglio bene asai

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

17 respostas a Lucio Dalla

  1. Natália diz:

    Por mim, prescindia do Pavatotti…
    Nessa noite, éramos cinco no bar de Sorrento.
    Um sopro que também nunda mais esqueci…

    • manuel s. fonseca diz:

      Olá Natália, pois eramos. Cinco em Itália, sete em Espanha. Com o adorável Cintra. Mas que belo bando! E o que tu detestavas andar a pé. Tínhamos de ficar horas à tua espera, ah, ah, ah.

  2. António Eça de Queiroz diz:

    Mais uma vez fiz as pazes com a música italiana, acontece-me muito do mesmo com o fado, deve ser uma fatalidade latina porque com os espanhóis e os franceses o meu problema ainda é mais agudo (depois do Brel e do Paxti Andion tem sido uma travessia pouco concorrida).
    Pra mais num bar em Sorrento!

  3. Ana Vidal diz:

    Uma pena. É verdade: bastaria este Caruso, mas houve tantas outras. Não o ouvi em Sorrento (olha que ideia simpática) mas ergo uma taça de limoncello em honra dele. Com Paolo Conte e Zucchero, um belíssimo trio masculino da canção italiana. Riposa in pace, maestro.

  4. Ana Rita Seabra diz:

    Só conheci há pouco tempo e até gostei!
    Acho que tenho algum preconceito em relação à música Italiana, mas fiquei rendida desta vez!

    • manuel s. fonseca diz:

      Não me diga, Ana Rita, que não gosta das fabulosas canções napolitanas. E da Ornella Vanoni? Mnham, mnhamm

  5. Teresa Font diz:

    Gosto tanto. Com este Caruso houve quem me levasse à certa-e em boa hora :))
    A roubar uma ideia da Eugénia, mas também ando sempre a larapiar a Eugénia, digo: Que bom gostar em tão boa companhia.
    Te voglio bene, Lucio.

  6. manuel s. fonseca diz:

    O Caruso vale uma lista! É uma lista!

  7. manuel s. fonseca diz:

    Olhe só que linda memória…

    • Teresa Font diz:

      Também acho. Por isso a trouxe aqui, de agradecimento. Partilhas, coisa do Facebook. Mas se autor do post acha despropositado levo-a já embora. E até peço desculpa, seja lá pelo que for e seja lá a quem for.

      • manuel s. fonseca diz:

        O autor do post considera que qualquer memória da Teresa é Fonte do maior prazer para os leitores em que me incluo.

        • Teresa Font diz:

          Obrigada por me ter respondido, Manuel. E de forma tão amável. Fiquei contente.

Os comentários estão fechados.