O Sonho de Antonio Tabucchi

Invocação de São Mateus. Caravaggio.

Meu Deus porque me procuras?, perguntou Michelangelo Merisi. O filho do homem olhou-o sem responder. Caminharam ao longo da viela e desembocaram numa praça. A praça estava deserta.

Estou triste disse Michelangelo Merisi. O Cristo olhou-o e não respondeu. Sentou-se num banco de pedra e tirou as sandálias. Massajou os pés e disse: estou cansado, vim a pé da Palestina para te procurar.

Michelangelo Merisi vomitava apoiado à esquina de um muro. Mas eu sou um pecador, gritou, não tens nada que me procurar.

O Cristo aproximou-se e tocou-lhe num braço. Eu fiz-te pintor, disse, e quero uma pintura tua, depois podes seguir a estrada do teu destino.

Michelangelo Merisi limpou a boca e perguntou: que pintura?

A visita que te fiz esta noite na taberna, só que tu serás Mateus.

De acordo, disse Michelangelo Merisi, fá-la-ei. E virou-se na cama. Naquele momento a prostituta abraçou-o ressonando.

O sonho é de Caravaggio mas foi sonhado, com os sonhos de Dédalo, Ovídio, Apuleio, Rabelais, Freud e, claro está, Pessoa, por Antonio Tabucchi.

Com que sonhará agora? Com que sonham os mortos?

Sobre Pedro Norton

Já vos confessei em tempos que tive a mais feliz de todas as infâncias. E se me disserem que isso não tem nada a ver com tristeza eu digo-vos que estão muito, mas muito, enganados. Sou forrado a nostalgia. Com umas camadas de mau feitio e uma queda para a neurose, concedo. Gosto de mortos, de saudades, de músicas que nunca foram gravadas, de livros desaparecidos e de filmes que poderiam ter sido. E de um bom silêncio de pai para filho. Não me chamem é simpático. Afino.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

12 respostas a O Sonho de Antonio Tabucchi

  1. Espero que sonhem connosco que, de uma forma ou de outra, os amámos.

  2. Rita V diz:

    bonito

  3. Fernando Vale diz:

    Belíssim texto….Foi Pessoa que nos deu Tabuchi, quando o viu em Paris no “Bureau de Tabac” e ambos sabem que no fim perdurará apenas o silêncio.

  4. Ana Rita Seabra diz:

    Que bonito sonho!
    Tabuchi estará algures a sonhar com as belezas do mundo e nós a lermos a obra que deixou.
    Fiquei com vontade de reler Noturno Indiano e Afirma Pereira

  5. Pedro Bidarra diz:

    Já sonhou tudo o que tinha a sonhar. Agora lemos nós os sonhos dele e resonhamo-los por ele. E assim se faz a eternidade.

  6. maria diz:

    Que texto tão bonito!!
    Comovi-me.

Os comentários estão fechados.