Os Chapéus de Chuva

Os Chapéus de Chuva by riVta

Um Magnífico Improviso

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

10 respostas a Os Chapéus de Chuva

  1. Rita V diz:

    …tem dias …
    thanks

  2. manuel s. fonseca diz:

    Se for chuva vermelha para que é que precisamos de guarda-chuvas? Lindo, lindo, Rita.

  3. teresa conceição diz:

    Linda purple rain, Rita! E até o cão está bem resguardado 🙂

  4. Rita V diz:

    it’s spring
    lets dance
    the rainy time
    is over

  5. pedro marta santos diz:

    O improv jazz é de fazer serenatas à chuva.

  6. Bernardo Vaz Pinto diz:

    E porque não deixar que fique tudo pintado, tudo com uma primeira de mão bem pintadinho???

  7. Felippa Lobato diz:

    Experimenta o “É” abraçar o “Tê”…logo a chuva se transformará em milhares de douradas estrelas que todos quererão receber!

Os comentários estão fechados.