«Soul Mates I presume»

The Beginning And The End by Sherwin James

Googlei «The End». Apareceu-me uma fotografia do Sherwin James. Esta imagem representa a ideia que tenho do ‘fim e do seu princípio’ e o mais incrível é que o título da fotografia é mesmo «The Beginning and The End».

I googled «The End» and found Sherwin James photos. This image is the nearest representation of what I feel is «The End and it’s Beginning» and the most incredible was finding out that the title of the image is «The Beginning And The End».
Soul mates I guess.
Thank you Sherwin

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

12 respostas a «Soul Mates I presume»

  1. … e depois de encontrar procurar de novo?
    sim!

  2. manuel s. fonseca diz:

    Como a esfera, rolamos do escuro para a luz ou da luz para o escuro?

  3. boa pergunta para fazer à sombra
    😀

  4. Bernardo Vaz Pinto diz:

    É impróvidos dos círculos, onde começam e onde acabam, para cima ou para baixo, o principio do fim é o fim do principio, e a luz será o fim e a escuridão o principio…ou tudo ao contrário. Belíssima fotografia…

  5. sem-se-ver diz:

    que foto extraordinária!

  6. António Eça de Queiroz diz:

    Sonho geométrico de geómetra, também gosto. Muito.

  7. Ana Rita Seabra diz:

    Uau!
    Seja o fim do princípio ou o princípio do fim, a imagem é fabulástica

Os comentários estão fechados.