Os 6 Medos Básicos 5/6

Medo da Velhice by riVta

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre com as tags , . ligação permanente.

25 respostas a Os 6 Medos Básicos 5/6

  1. G. diz:

    Curioso Rita, envelhecer não faz parte dos meus medos básicos… DEPENDER de alguém sim…. mas a velhice só por si, não! 🙂

    Adorei o “boneco”.

  2. Pedro Bidarra diz:

    É mais medo das artroses

  3. António Eça de Queiroz diz:

    Artrose? Reumático?
    Tenho disso tudo é não dá medo.
    Chateia, isso sim.

  4. Bernardo Vaz Pinto diz:

    A velhice é uma doença que tem sempre cura…e há quem diga o mesmo da juventude!!! A Rita é uma sortuda por só ter uns seis medos básicos, há quem tenha uma lista telefónica …

  5. Benvinda Neves diz:

    “Os 6 Medos Básicos 5/6”
    1 árvore, 1 banco, 1 sinal de transito (que curiosamente é o proibido), 1 homem…
    Isto é medo da solidão, que está realmente muito associada à velhice. Tambem tenho medo da associação velhice/solidão. Pensa talvez mais nisso quem não tem filhos.
    Quais são os outros 5 ?

    • querida Benvinda
      se fizer um ‘scroll down’ encontra mais quatro. Está para breve o último. Talvez ainda hoje ou amanhã. Pode na caixinha do ‘procurar’ escrever 6 medos básicos e acho que aparecem os que estão já desenhados e em ‘post’.
      Medo da crítica (2), medo da doença (3) , medo de perder o amor de alguém (4), medo da velhice (5) e medo da morte (6).
      Falta o medo da pobreza ( 1 ) que neste momento está na ordem do dia.
      🙁

  6. Benvinda Neves diz:

    (proibido estacionar…porquê? – acho curioso este sinal de transito… )

  7. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Há velhice e velhice…
    o medo de esquecer, da dependência, do alzheimer
    A velhice no seu desenho é uma maravilha
    See you tomorrow 🙂

  8. Ana Rita Seabra diz:

    Há velhice e velhice…
    O medo de esquecer, da dependência, do alzheimer
    A velhice no seu desenho é uma maravilha
    See you tomorrow 🙂

    • Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer.Alzheimer
      🙁
      ………………………………………………………………………..sim a tudo!

      • Ana Rita Seabra diz:

        Eu respondi pelo Bernardo ou ele por mim…
        Tentei apagar, mas pelos vistos os 2 comentários aparecem.
        Sorry
        bjs

  9. ~CC~ diz:

    Espero ganhar o tempo e paz que hoje nao tenho. Por isso até suporto umas artroses…curiosamente penso na minha velhice com essas duas coisas boas. Desde que não fique doente…que boa será a contemplação das migrações dos pássaros.
    ~CC~

    PS. Muito a Sul não há velhos, não sobrevivem até lá…mas aqui neste nosso Sul…venham, venham…

  10. T. diz:

    Olha que com a lei anti tabaco vai meter mais medo! E eu que queria regressara ao vício aos 65! O que me mete mais medo na velhice é que os outros achem que podem mandar em mim.
    Muito giro.

  11. maria pereira carvalho diz:

    A Velhice é optima. Especialmente se não for encarada como velhice, ou seja, se continuarmos a fazer tudo o que faziamos aos treze anos mas mais devagar. A alternativa à velhice é bem pior…

  12. que imagem tão bonita Maria
    bem haja

Os comentários estão fechados.