Zaha Hadid ganha o Prémio Jane Drew

Zaha-Hadid-by-Simone-Cecchetti

Gostei muito deste prémio. Fiquei a saber tudo aqui

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

4 respostas a Zaha Hadid ganha o Prémio Jane Drew

  1. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Rita, confesso que não sou um grande apreciador do trabalho da Zaha, mas tenho um grande respeito por ela e gostei da mini entrevista. Afinal ser a única mulher a ganhar o Pritzer tem de querer dizer qualquer coisa…

  2. pedro marta santos diz:

    Dentro da pós-modernidade, gosto de algumas coisas da Zaha Hadid, Rita. Venham mais prémios.

Os comentários estão fechados.