Disse luz? Devia ter dito sombras.

Vamos começar por aqui, porque foi por aqui que comecei. Foi noutro blog, noutro momento. É mais do que tempo de voltar atrás. Vamos lá ouvir.

Bastava o nome: Musica Nuda. Bastava a cabeça Jean Seberg da cantora, Petra Magoni. Bastava a canção, Caruso, de Lucio Dalla. Bastava a mistura de memórias que começam na primeira vez que ouvi a canção até ao modo como me fizeram descobrir esta dupla. Bastava a minha pretensão de ter gostos pretensiosos. Deste gosto, pretensioso, não prescindo. Gosto de ficar a sós com este contrabaixo. Gosto, quase dois minutos depois, de ouvir irromper uma voz, a voz de luz e vento. Disse luz? Devia ter dito sombras.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

3 respostas a Disse luz? Devia ter dito sombras.

  1. G.Rocha diz:

    Gostei muito, não conhecia…. Excelente escolha sem dúvida 🙂

  2. Manuel S. Fonseca diz:

    Vou passar uns dias só a ouvir isto. Mas depois há-de passar.

Os comentários estão fechados.