Sentimental? Quem? Eu?

Sempre que recebo a newsletter da Chappell, mordo-me. Isto é, fico cheia de tiques, mas não se preocupem … depois passa. A culpa, desta vez, vem agarrada a cuspo e sopro.  É verdade … muito cuspi eu para dentro da minha Red Melodica

a magia antiga

Com ela atravessei escola e colégio e passou de mano para mana e vice-versa. (Mas aqui para nós que ninguém nos ouve eles, não tinham muito jeito.) 😀

Hoje, recebi da Chappell o produto mais recente da minha ‘velhinha’. Os tiques só pararam depois de conseguir escrever esta nota triste.

o último grito

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

8 respostas a Sentimental? Quem? Eu?

  1. MJC diz:

    Espero que um dos tiques não tenha sido morder os lábios 🙂 🙂

  2. manuel s. fonseca diz:

    E não toca nada para nós, Rita?

  3. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Pois é Rita “sopre” lá uma melodia….a Honner continua a ter grandes harmónicas de blues…

  4. Rita V diz:

    Pfff … pffff … pfffff … pffffffffffffff
    tá a gostar?
    ah ah ah

Os comentários estão fechados.