Bons tempos

Foi com esta cara que ele me disse:
– A Rita desenha com um prego!

Manuel Taínha, Arqtº (1922-2012)

– Caro Professor,  se soubesse que ainda hoje desenho com um prego e que me lembro de si  sempre que peço ao balcão:
– A ponta mais fina, se faz favor!

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

10 respostas a Bons tempos

  1. T. diz:

    Rita, não conheci o Arquitecto Tainha mas exigi , em 1988, que um texto meu para a Rua Sésamo, passado num centro de saúde publico, fosse filmado no Centro de Saúde de Sete Rios por ter gostado imenso da obra arquitectónica. Muitos anos mais tarde conheci 2 sobrinhas , a Paula e a Rita Tainha e cruzei-me em circunstancia social com a mulher, Filipa, e acompanhei o cuidado ,a delicadeza e a amizade que manifestaram ao Arquitecto Tainha até ao fim . Posso enviar-lhes o teu comentário? Bj,teresa

    • Rita V diz:

      Claro que sim. No meu facebook esta pequena nota deu origem a comentários de alguns colegas arquitectos que manifestarem também a sua dedicada homenagem.
      Um belo professor, um grande arquitecto e um homem Bom.

  2. Uma canção pintada (o grupo fornecia a tecnologia flash para que fizéssemos a nossa própria coreografia, mas os links estão bloqueados, não sei se estarão noutro lado).

  3. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Rita, simpática homenagem, ao professor e arquitecto, que não conheci pessoalmente…apenas os textos e obras.

  4. isabel Mello diz:

    Ele deveria ter gostado do Walter Ego…….

      • Firmino Maria Silva diz:

        Minha senhora, temos em comum termos sido os relacionados com pregos pelos Tainhas. Trabalhei 26 anos com o Engenheiro Jovito Tainha, irmão do Arq. Manuel Tainha, e pai da Rita. Certo dia, o Engenheiro Tainha pediu-me emprestada uma lapiseira Caran d ache, que tinha uma “mina” muito dura. Como a achou realmente dura, perguntou-me, com o humor muito comum ao irmão:- Andas a escrever com pregos. ?. Conheci, e tenho muitos e gratificantes anos com o Arquitecto Manuel Tainha, porventura, como o irmão, as melhor e mais generosas criaturas que me foi dado conhecer.Foram, ambos, homens de um mundo que está a desaparecer, infelizmente.

        • riVta diz:

          Caro Firmino Maria Silva que bom ter vindo partilhar um bocadinho de si aqui neste lugar onde cabem todas as tristezas e alegrias do mundo. Bem haja.

Os comentários estão fechados.