Desnudar

Desnudar by riVta

e agora, um ‘cover’ só com a voz – Muito Bom!

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

6 respostas a Desnudar

  1. Inma diz:

    Uma canção muito gira , não,precisa de instrumentos musicais.

  2. Benvinda Neves diz:

    (Ontem deixei um comentário, não sei porque não aparece… mas repito).
    Tenho uma única palavra para descrever “desnudar” – “espectacular”.
    Gosto mesmo muito, é o mais bonito de todos os que nos apresentou.
    Não sei o tamanho, mas daria um quadro lindíssimo.
    Parabéns pelo dom e pela evolução e um obrigado também por partilhar com todos.
    Beijinho com amizade (:))

  3. As pessoas só esperam uma oportunidade… para se desnudarem (a chegada ontem dos nossos heróis de calções foi um boa oportunidade perdida).

Os comentários estão fechados.