Walk on by …

Walk on by riVta

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

17 respostas a Walk on by …

  1. Pedro Bidarra diz:

    Banda sonora dos tempos em que todos os sonhos eram possíveis

  2. manuel s. fonseca diz:

    Põe-se um pé à frente do outro, não é?

  3. Maracujá diz:

    Cara Rita, estes peixinhos são mais espertos! Vão em sentido contrário!

  4. Para andar são necessárias estradas em PPP de preferência. bfds

  5. pedro marta santos diz:

    Ó Rita, muito bem lembrado. O Burt Bacharach merecia um blogue só para ele. Ele e o Mancini.

  6. Vasco Grilo diz:

    Rita, gosto desta sua versão da Aretha mas ainda mais desta:

    [youtube http://www.youtube.com/watch?v=T698XivK6qs&w=560&h=315%5D

  7. Bernardo Vaz Pinto diz:

    E pode ser contra a corrente, como no seu desenho?

  8. Ana Rita Seabra diz:

    Dançando contra a corrente 🙂 🙂
    Adoro a Aretha e a música

Os comentários estão fechados.