Maldadezinha…inha

O Manel aqui tem toda a razão. 

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

11 respostas a Maldadezinha…inha

  1. Ana Rita Seabra diz:

    Heheheheh!!!!!! Onde foi desencantar esta maravilha?
    Não paro de rir 🙂 🙂

  2. 🙂 O EéT é um blogue de família, não é? Pena …

  3. Maracujá diz:

    Match point, Rita!

  4. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Pronto, pronto, não precisa de bater mais no ceguinho Rita!….e felizmente que os homens não são todos iguais…a este ….

  5. Benvinda Neves diz:

    Bem…não será a imagem “perfeita de homem”, mas faz sem duvida rir as mulheres…
    Uma vez mais se conclui que:
    Os homens são sempre muito melhores na definição do que é “mulher”, que a definir “homem”

Os comentários estão fechados.