Momento Calista vi

Se eu gostasse do Verão era assim que eu gostaria de estar.  No meio de um Mambo, ‘rrrrêbolânnnndo’. Tenho um fraquinho por todas as músicas que dizem o meu nome, no meio , no princípio ou no fim. Mesmo que seja no meio de outros tantos, não faz mal. Não sou ciumenta. ‘Bóra lá gingar!

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

6 respostas a Momento Calista vi

  1. Ana Rita Seabra diz:

    Se é calista ou não, não sei.
    Dá mas é vontade de dançar.
    bjs

  2. Bernardo Vaz Pinto diz:

    Com este Mambo até pode ser inverno Rita….!!!

  3. Aqui deixo uma fábula sobre o comentador português, o crítico de jornal, TV e revista, num minuto se resume 900 anos de lusa intelectualidade:

Os comentários estão fechados.