Por que raio se escreve num blog

Não é assim que se escreve num blog

Não escrevo num blog só por ser Triste. Escrevo num blog, e mais precisamente neste blog, por ter mais que fazer. Não escreveria num blog se não tivesse mais que fazer.

As quatro coisas – ter mais que fazer e não ter mais que fazer, escrever um blog e não escrever um blog – são quatro coisas boas, mas são, de sua natureza, muito diferentes, como melhor nos diria Leibniz se tivesse escrito um blog intitulado “A Mónada”.

Nem é assim que se lê um blog

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

9 respostas a Por que raio se escreve num blog

  1. Rita V diz:

    Mestre Triste ainda bem que não o faz por menos

  2. teresa conceição diz:

    Querido Mestre,
    como Dupont e Dupont, eu não diria melhor
    (apesar de não ter dito muito ultimamente – desactividade que fica a dever-se a intenso período de reflexão que há-de traduzir-se a seu tempo em intensa actividade bloguistica, só para o Mestre não se ficar a rir)

    • manuel s. fonseca diz:

      Panurgo, só volto a ler este blog se descobrir uma senhora que o queira ler comigo como muito bem diz que ele deve ser lido. Thanks by the way por ter a paciência de nos ler e de, a zurzir com os seus comments, nos obrigar a estar a pau com a escripta!

  3. Carla L. diz:

    Manoel, não vou lhe chamar de mestre para não cair em redundância, mas bem que gostei , meninas.Estou aqui lendo este blog porque tenho muito o que fazer.

  4. Ana Rita Seabra diz:

    Por que raio?
    Se o Manuel não escrevesse no blog, o que seria da nossa tristeza?????

Os comentários estão fechados.