Quando a chama toca a terra II

Santa guerreira na Ilha do Pessegueiro avistada por tc

 

…Quem se queima vai pró céu.

E faz nascer uma história.

 

Sobre Teresa Conceição

Ainda estou a aprender esta terra de hieróglifos. Tenho na mala livros e remoinhos, mapas e cavalos guerreiros, lupas e lápis de cor: lentos decifradores. Sou nativa de Vadiar, terra-a-terra. Escrever? Ainda não descobri onde fica. Mas parto com bússola e farnel (desconfio que levo excesso de bagagem).
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

2 respostas a Quando a chama toca a terra II

  1. Rita V diz:

    porque as Santinhas não ardem ( queimam-se às vezes), só um bocadinho

  2. manuel s. fonseca diz:

    Mostrei a um amigo meu que me disse logo: “Queimavam-se aqui umas boas santas!” Deve ser miguelista.

Os comentários estão fechados.