Muitos avisos à navegação

Peço-vos desculpa pela Triste interrupção, mas se olharem para a vossa direita, a seguir às fotografias dos 9 boys will be boys e 7 meninas (essa coisinha que não se é para sempre) em que me incluo, podem ler-se dois novos títulos a vermelho baton. Quem Triste visita esta triste casa, merece uma explicação.

Está Escrito” é o que diz o primeiro. É uma sala nova, uma biblioteca, se assim se pode dizer. Vai ser inaugurada, amanhã, sábado, dia 1 de Setembro. Todas as semanas, aos sábados, um dos meus tristes, seguindo a ordem do painel (mas não vos posso dizer quem será o primeiro!) publicará um texto de homenagem a um escritor, a um livro, um poema, um conto, uma crónica, um ensaio, uma personagem da literatura que tenha marcado a humanidade que somos. O objecto do texto será sempre aquilo que “está escrito”. Uma História da Literatura? Ou uma anti-História da Literatura? Não sei, os meus Tristes são mais livres do que andorinhas.

Cadavre Exquis” diz o segundo título. Começa na 5ª feira, dia 6 de Setembro. Quem começa? Também fui tristemente intimada a guardar segredo. Mas haverá um texto novo todas as quintas-feiras, seguindo-se a ordem do painel Triste. O que os Tristes aqui vão escrever é um folhetim. Cada capítulo deve continuar, com lógica, o anterior e nenhum autor pode, depois do primeiro capítulo, acrescentar mais do que duas personagens por capítulo. Também não se pode matar nenhum dos protagonistas, a não ser no último episódio do folhetim. O folhetim acaba ao fim de uma ronda por todos os autores. Já corre nos EUA licitação pelos direitos, entre os principais grupos editoriais. A adaptação para televisão, em Portugal, será serviço público, bem entendido.

Entretanto, avisam-se os nossos Leitores e Comentadores Tristes que têm surgido problemas com os comentários. A “rede” recusa alguns, com o aviso “this web page cannot be found…” Só vamos poder resolver o problema dentro de dias. I’m really sorry.

ps – e eu já vos disse o Triste que estou com as minhas novas 3 Tristes Tigres. São lindamente imaginativas, cheias de coisas vividas. Com a Maria João, são, perdoem-me as e os Tristes inaugurais, as 4 meninas dos meus olhos. O que eu lhes estou obrigada!

 

 

Sobre Escrever é Triste

O nome, tiraram-mo de Drummond. Acompanho com um improvável bando de Tristes. Conheço-os bem e a eles me confio. Se me disserem, “feche os olhos”, fecharei os olhos. Se me disserem, “despe-te”, dispo-me.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

12 respostas a Muitos avisos à navegação

  1. Tia, não lhe fica nada bem estar com essas lamechices com as novas tristonhas. Teresa……… Ó Teresa ……… acuda ………….. e já agora desde quando um cadáver esquisito tem lógica? uhm?

    • Manuel S. Fonseca diz:

      Rita, estou consigo – bora lá chorar no ombro: A Tia esquece os fiéis servos. Anda para aqui uma pessoa sete anos a servir Jacob e à primeira carinha fresca que chega, vai Escrever que és Triste.

    • Escrever é Triste diz:

      A Querida Rita, não seja ingrata: só para si, tem a aurícula direita deste meu coração. Ao menino Manuel é que não dou o ventrículo

  2. Sandra Barata Belo diz:

    ó Tia, a minha saia vai rodar mais ainda nas próximas danças dos tristes…

    • Escrever é Triste diz:

      Querida Sandra, e vai ver que há danças, polkas, uma rumba, em que vai querer tirar a saia. Escrever é exuberantemente Triste.

  3. Luciana diz:

    Suspeito que os sábados serão meus preferidos dias.

  4. mariabrojo diz:

    Tia nossa,
    Continuai nesta senda de inovações e a afagar-nos o pêlo. Que o Olimpo se reúna e me ajude que precisada me declaro. Grrrrr… é «a modos» que um dobrar de patas em reverência à Tia.

  5. Escrever é Triste diz:

    Querida Maria, assim, de postas patinhas no ar já ganhou a minha devoção.

    • Maria do Céu Brojo diz:

      Esta Triste sobrinha adivinhava. Resistir a um dorso encurvado e patinhas alegremente dobradas é difícil, mesmo se mais alto erguidas fortes convicções. Grrrrr…

Os comentários estão fechados.