Teorias e invenções # 2

É por terem um QI muito superior aos cães que os gatos fingem não nos entender.

Sobre Maria João Freitas

Graças às palavras, às vezes sou Alice e faço perguntas sem parar. Outras, sou a namorada (platónica, esclareça-se) de Wittgenstein. Quase sempre, penso que tenho a sorte de viver da (e na) escrita. Porque escrever pode ser triste, mas é melhor que ser feliz.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

8 respostas a Teorias e invenções # 2

  1. Vou ser prosaico, Maria joão, mas é bem bonito: um cão que não ladra, um gato que não mia.

  2. Rita V diz:

    ainda bem que só tenho cãs …

  3. Ruy Vasconcelos diz:

    pelo menos eles têm qi, maria joão. a maioria de nós nem isso. agora mesmo, na síria…
    ah, e as fotos estão uma beleza!

  4. GRocha diz:

    Sou suspeita 🙂 Amo Gatos! Mas efectivamente sim eles fingem que não nos percebem 🙂 e só quem tem gatos entende essa verdade! 😛
    Eu já tive cães, e ultimamente tenho tido gatos, e noto a diferença, os cães entendem, os gatos (des) entendem… e são tão “espertos” a desentenderem 😛 e ao mesmo tempo é tão engraçado assistir ….

  5. Entendem-se, como pussycat e pussycat, Ann Margret e Tina Turner:

  6. Para além da excelência da teoria, as fotografias são sublimes, Maria João.

  7. Maria do Céu Brojo diz:

    E por serem orgulhosos e por irem, destemidos, à luta com as dentuças fortes dos canídeos. Aplaudo a João por sabiamente ter vindo defender os gatos. O meu era Tobias. Finou-se.

  8. Não é só QI Maria João, então e o gosto ? vê-se na escolha das cadeiras onde se sentam…!

Os comentários estão fechados.