O Jardineiro

O Jardineiro by riVta

A vida a regar o jardim dos outros é a tracejado.

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

19 respostas a O Jardineiro

  1. curioso (ma non tropo) diz:

    e a desenhar… é a contínuo?

    a cantar é ondulado 😉

  2. Por ser mais bonito , não é ?

    • Rita V diz:

      hoje ’tou um b’cadinho calista e preguiçosa, ( não disse perigosa), a interpretação é livre e nunca respondo a provocações.
      😀

  3. curioso (mas não topo) diz:

    fica para ensaiar logo… (à noite) 😉

  4. Maria do Céu Brojo diz:

    Tocou-me por razões privadas. Tanto, tanto… Farei destes traços o meu retrato atual. Obrigada, Rita.

  5. Ruy Vasconcelos diz:

    se fosse fazer uma funda análise semiótica, rita, diria que abaixo dos olhos o jardineiro dos outros é hitler. dos olhos para cima, talvez seja lennon. gosto imenso dessa combinação entre o castanho e o verde. e há um sol verde e quase indistinguível às costas do jardineiro. parece que não entendi muito da situação.
    mas ainda sigo curioso.

  6. curioso (regando) diz:

    então vai uma nona ao centro:

    fica para ensaiar logo…
    tão tracejado não jogo 😉

  7. Manuel S. Fonseca diz:

    A vida a tracejado é como o papel higiénico: nunca rasga pelo sítio certo. Quando era miúdo, fui, como a Rita ali diz acima, calista e preguiçoso, menos numa coisa que era regar o meu jardim. (Isto não tem nenhum segundo sentido, é só mesmo só isto).

  8. Ana Vidal diz:

    o meu jardineiro é mais giro. toma!

    • Oh! Isso é porque ele te lava o carro, corta as sebes, apara a relva, dá comida aos cães, desparasita a pimenteira, varre-te o jardim e ainda vai ao Aki buscar um regador novo todas as vezes que se esquece do teu no meu jardim. ah ah ah. Toma!

  9. A camisa dá-lhe um ar quixotesco.

Os comentários estão fechados.