Cálices tentadores

Cinquentenário de Mr. Bond, James Bond. Não se me dava repenicar beijo na bochecha do primeiro ator da série de filmes, Sean Connery. E, apanhando a jeito Morgan Freeman, idêntica proeza desta beijoqueira. Seletiva, porém. Com tendência para atores na idade terceira dos que lhe ocupam o imaginário cinéfilo, também. Feios/bonitos, inteligentes/sedutores, o mesmo. Afastem de mim, cálices destes. Ámen.

Sobre Maria do Céu Brojo

No tempo das amoras rubras amadurecidas pelo estio, no granito sombreado pelos pinheiros, nuas de flores as giestas, sentada numa penedia, a miúda, em férias, lia. Alegre pelo silêncio e liberdade. No regresso ao abrigo vetusto, tristemente escrevia ou desenhava. Da alma, desbravava as janelas. Algumas faziam-se rogadas ao abrir dos pinchos; essas perseguia. Porque a intrigavam, desistir era verbo que não conjugava. Um toque, outro e muitos no crescer talvez oleassem dobradiças, os pinchos e, mais cedo do que tarde, delas fantasiava as escâncaras onde se debruçaria. Já mulher, das janelas ainda algumas restam com tranca obstinada. E, tristemente, escreve. E desenha e pinta. Nas teclas e nas telas, o óleo do tempo e dos pinceis debita cores improváveis sem que a mulher conjugue o verbo desistir. Respira o colorido das giestas, o aroma dos pinheiros nas letras desenhadas no branco, saboreia amoras colhidas nos silvedos, ilumina-a o brilho da mica encastoada no granito das penedias.
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

6 respostas a Cálices tentadores

  1. Tentador, tentador talvez David Niven, mas não era para beijoquices, era para ouvir histórias contadas. ah ah ah

    «…”a gent” who treated “Porters as if they were Kings”»

    • Maria do Céu Brojo diz:

      Nem me lembre a pesarosa omissão, Que ator, que imagem desinquietadora nos écrans!

  2. Maria do Céu, no mesmo ao inverso, confesso um fraquinho especial pela Honor Blackman e pela Britt Ekland.

  3. Maria do Céu Brojo diz:

    Quanto bom gosto! Desenhei a Britt há muitas rugas atrás.

Os comentários estão fechados.