Já dizia o poeta

Deu-me vontade de associar o post do Manel F. ao que fiz sobre uma belíssima foto da nossa Teresa C. (começa a ser um mau hábito roubar-lhe as fotos). Espero que nenhum dos dois se importe. Perdão … os três! Aliás … os 4!

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

4 respostas a Já dizia o poeta

  1. Maria do Céu Brojo diz:

    ‘Savoir-faire’ tecnológico o seu, Rita, que não possuo.

Os comentários estão fechados.