E o culpado é…

Quando não souberem de quem é a culpa; quando não estiverem certos da causa das coisas más, culpem os jornais. Não é original, mas têm uma boa probabilidade de acertar…

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom. Sem nunca me levar a sério - no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom (e barato).
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

8 respostas a E o culpado é…

  1. Vasco (da) Gama diz:

    ainda melhor é culpar os blogues

  2. Maria Lima diz:

    …nao julgues…injustamente, in fact…quem es tu para julgar?…tira primeiro a trave do teu olho…etc, etc <3

  3. curioso (pila tos) diz:

    isso é só para entreter e ajudar a mais vender 😉
    o que interessa é descobrir – e eliminar – a verdadeira causa, pois os jornais convivem bem com essas culpas e culpados.

  4. “No meu tempo”, Henrique, a culpa era da televisão, os filmes geravam violência, os desenhos animados monstros, a Playboy concupiscência, os telejornais mostravam como se faziam assaltos e com a propaganda elegiam-se primeiros-ministros e presidentes da república.

  5. Carla L. diz:

    Sua frase me fez lembrar de uma notícia que li outro dia ( não que eu a considere relevante) que diz que uma pesquisa realizada pela empresa Gallup apontou que apenas 24% dos americanos consideram que os jornalistas possuem um alto padrão de honestidade e ética. A culpa muito bem pode ser deles, ou no meu caso, de algum colega.

  6. curioso (des letrado) diz:

    mas isso foi na américa e não diz o que pensam os outros 76% 🙁

    há ainda uma (grande?) diferença entre jornalistas e jornais (alguns demitem-se, alguns desaparecem)

  7. curioso (nego ciante) diz:

    já agora, que o tema é interessante

    Pesquisa: desconfiança em relação à mídia dos EUA atinge novo pico
    Por Alejandro Martínez/IF

    “A desconfiança em relação aos veículos de notícias entre estadunidentes atingiu um novo pico, segundo uma pesquisa recente do instituto Gallup.

    60^% dos estadunidenses disseram ter pouca ou nenhuma confiança nos meios de comunicação para informar notícias de forma justa e precisa, revelou a pesquisa. O Gallup também notou que sentimentos negativos — que tendem a acentuar durante períodos de eleição — alcançaram o maior nível já registrado para um ano de eleição.

    Por outro lado, pessoas que confiavam “muito” ou “razoavelmente”na mídia representaram 40% dos participantes da pesquisa, um número bem distante dos 72% que disseram confiar na mídia em algum momento da década de 1970, acrescentou Gallup. … “

  8. Maria do Céu Brojo diz:

    Sou péssima na atribuição de culpas. Que fazer quando «tadinhos» faz parte de mim?

Os comentários estão fechados.