Letrinhas de Bom Natal & BOAS FESTAS!

Bom Natal‘A first edition Victorian Christmas ABC Book’

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem.
Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton.
Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque… escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

12 respostas a Letrinhas de Bom Natal & BOAS FESTAS!

  1. Ivone Costa diz:

    Bem giras as letrinhas, Rita, e obrigada.

  2. fernando canhão diz:

    Esta conversa não agradou a Alice, de maneira que para mudar de assunto, perguntou:
    «Ela costuma aparecer?»
    «Direi mesmo que vais vê-la dentro em pouco», disse a Rosa. «Ela é daquelas que tem nove espinhos.»
    «Onde é que os usa», perguntou Alice com certa curiosidade.
    «Onde? à volta cabeça evidentemente», respondeu a Rosa, «julguei que tu também tivesses. Pensei que era esse o costume».

    Alice do outro lado do espelho

    «A questão» disse a Alice «é se consegues que as palavras signifiquem tantas coisas diferentes»
    «A questão é» disse Humpty Dumpty «qual vai ser o o mestre – e é tudo».

    Alice do outro lado do espelho

    «Agora que já nos vimos uma ao outro», disse o unicórnio, «se acreditares em mim eu acredito em ti.»
    «Estamos combinados.»

    Alice do outro lado do espelho

    • Rita V diz:

      Alice felt dreadfully puzzled. The Hatter’s remark seemed to have no sort of meaning in it, and yet it was certainly English. ‘I don’t quite understand you,’ she said, as politely as she could.

      ‘The Dormouse is asleep again,’ said the Hatter, and he poured a little hot tea upon its nose

      The Dormouse shook its head impatiently, and said, without opening its eyes, ‘Of course, of course; just what I was going to remark myself.’

      ‘Have you guessed the riddle yet? the Hatter said, turning to Alice
      again.

      ‘No, I give it up,’ Alice replied: ‘what’s the answer?’

      ‘I haven’t the slightest idea,’ said the Hatter.

      ‘Nor I,’ said the March Hare.

      Alice sighed wearily. ‘I think you might do something better with the time,’ she said, ‘than waste it in asking riddles that have no answers.’

      ‘If you knew Time as well as I do,’ said the Hatter, ‘you wouldn’t talk about wasting IT. It’s HIM.’

      ‘I don’t know what you mean,’ said Alice.

      ‘Of course you don’t!’ the Hatter said, tossing his head contemptuously.
      ‘I dare say you never even spoke to Time!’

      ‘Perhaps not,’ Alice cautiously replied: ‘but I know I have to beat time
      when I learn music.’

      😀
      Bom Natal

  3. Maracujá diz:

    Até hoje e presumidamente até sempre, este é o mais belo postal de Natal que o meu globo ocular poderá deslumbrar. Obrigado cara Rita e votos de um Natal muito feliz.

  4. Maracujá diz:

    É uma honra e um prazer prara mim a vossa partilha neste triste escrever. A minha ausência não é sinal de não presença, cara Rita. Já estou viciada!

  5. nanovp diz:

    Uma saborosa sopa de letras a saber a Natal.

Os comentários estão fechados.