Watamu Surfers

São uma mão cheia de surfistas de cabelo rapado metidos em resplandecentes fatos de pele. E como surfa bem esta rapaziada sobre as suas tábuas feitas da casca das poucas arvores que restam por entre os resorts que em construção semeiam toda a costa de Malindi a Watamu.

Jambo! Surf´s Up, man!

DSC02464
DSC02469
DSC02461
DSC02450

Watamu Beach – Quénia, Agosto 2012

Sobre Vasco Grilo

Quando era rapazola dei demasiadas cabeçadas com a minha pobre caixa de osso. Hoje, como deliciosa consequência, encontro a minha razão intermitente como uma rede WI-FI, sem fios nem contrato fixo. Por vezes suspeito que a minha alma seja a de um velho tirano sexista e sanguinário, prisioneiro no corpo perfumado e bem-falante de um jovem republicano. Mas talvez eu seja só é um bocado sonso. A cidade para onde me mudei no final do século passado chama-se Aerotrópolis. Daqui partem todas as estradas e para aqui todas elas confluem. Em seu redor e para minha sorte, está um mundo que é grande e ainda muito comestível. Creio que a verdadeira felicidade possa causar uma certa tristeza. E por isso e só por isso, aqui, escreverei.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

2 respostas a Watamu Surfers

  1. Não há mar, céu ou terra que pare estes miúdos. Brinca n’ areia.

  2. nanovp diz:

    Até arrepia pensar como complicamos a vida…que afinal é translúcida em tons de verde e azul…

Os comentários estão fechados.