Amazing grace

 

DTQNi

No capítulo quatro de “The Grapes of Wrath”, Tom Joad, o protagonista, que já leva dois capítulos em busca da família, reencontra o ex-pregador Jim Casy. Primeiro não o reconhece. Até que, e logo uma corrente de profunda simpatia nasce entre dois, Jim confidencia que o mais exaltante momento da sua evangélica pregação era quando, invocado o Santo Espírito, uma vaga de transcendência inundava os fiéis e a “amazing grace” desaguava como uma auréola na doce silhueta das ainda mais doces raparigas.

Cito desse livro de John Steinbeck: “…But the more grace a girl got in her, the quicker she wants to go out in the grass.’ An’ I got to thinkin’ how in hell, s’cuse me, how can the devil get in when a girl is so full of the Holy Spirit that it’s spoutin’ out of her nose an’ ears… an’ ever’ time, I lay with one of them girls.
… to me they was holy vessels. I was savin’ their souls. An’ here with all that responsibility on me I’d just get ‘em frothin’ with the Holy Spirit, an’ then I’d take ‘em out in the grass.”

Não é nada, digo, que uma mente honesta e decente não pense quando ouve o que abaixo podem ouvir. Caminho da salvação.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

6 respostas a Amazing grace

  1. Há que tempo estou aqui a rir sozinha e a gastar os pixels dos ricos olhinhos… Há perversidade nisto, Manuel S. Fonseca! S. de Santa Teresa de Ávila. E o tio John Donne também há-de fazer parte da sua árvore genealógica.

    Viva o meu querido Cash! Viva!

  2. Rir é outra linda forma de se chegar à graça. Qual perversidade, só candura e muita fé.

  3. Henrique Monteiro diz:

    Esta música liberta a escravidão que há em nós. Em português, há aquela “Vai dizer adeus à Graça, que é tão bela, que é tào boa” etc

  4. Maria do Céu Brojo diz:

    Não pensei. Ouvi. Que travessos pensamentos vieram depois…

  5. Ouviu bem, pensou melhor. É Cash.

Os comentários estão fechados.