Vá lá…

Os dois são um

Não.

– Não.
– Vá lá…
– Não. Ai! não me mordas, fera.
– Sim, vá lá, vai à cozinha! Não te armes em mauzão que te ponho de castigo.
– Queres que te descasque a maçã, corte em quartos, os quartos em fatias finíssimas…
– Sim, quase um carpacciozinho de maçã, mas não precisa o requeijão esfarelado com mel e nozes por cima, só a maçã está bem, apetece-ma assim, fresquinha.
– Queres a maçã descascadinha e, primeiro mordes-me, depois ameaças-me. Nunca ouviste falar em reforços positivos?
– Não me ouviste dizer que te castigava?

Sobre Eugénia de Vasconcellos

Escrever também é esta dor amantíssima: os lábios encostados à boca do silêncio, auscultando, e nada, esperando dele a luz que beije. É assim, pelas palavras se morre, pelas palavras se vive.
Esta entrada foi publicada em Museu das Curtas com as tags , . ligação permanente.

15 respostas a Vá lá…

  1. Eugénia, So fun! Mas diga lá a estes dois que ou bem que vão para a cozinha ou bem que vão para sala. O paraíso nunca é no corredor.

  2. O paraíso é onde Eva estiver. E que me lembre, assim de repente, Manuel Fonseca, Sena, chamou-lhe um, escondido, é certo, corredor dos dias. Também fico contente que tenha rido. Merci.

  3. Ivone Costa diz:

    Assim, o que motiva a expulsão do Paraíso não é a dentada de Adão na maçã, mas a dentada de Eva no Adão. Lindo, Eugénia, lindo: o Génesis fatiado em carpaccio.

  4. Rita V diz:

    próxima vez fazemos com som
    🙂
    ah ah ah

  5. Henrique Monteiro diz:

    Carpaccio de paraíso, ou seja um light heaven, parece-me uma ideia tão boa que gostaria de a ver desenvolvida. Um paraíso low fat, também é bom… Sim, é paraíso, mas não tem música cantochão nem anjos sem sexo. É só um bocadinho, a maior parte já é purgatório. E corredor, portanto.

  6. Ivone, está a ouvir o Henrique? O carpaccio de paraíso foi a menina que trouxe…

    Henrique, fiz o que pude: o pedido para desenvolvimento de um light heaven, agora é esperar deferimento.

    • Ivone Costa diz:

      E há lá melhor do que o Paraíso como entrada? A pièce de resistance logo se verá …

  7. Maria do Céu Brojo diz:

    Não estaria ela grávida, imaginando a situação a meio da noite? TPM? As hormonas são danadas para a brincadeira aqui tão bem descrita. E, sim, da leitura obtive riso gostoso.

    • curioso (MPT) diz:

      mas se é no paraíso… não há cozinha nem maçã descascada… antes uma verdadeira terapia TPM (total productive maintenance) 😉

  8. Obrigada, Céu, ainda bem que o mini-diálogo a divertiu – cumpriu o propósito.

  9. Mas o caro Curioso, há-de permitir alguma latitude a esta micro contribuição para o Museu de Curtas: bem sei que na pintura são Adão e Eva. Mas apeteceu-me que fossem Manel e Maria no paraíso só deles.

    • curioso (mefis to félico) diz:

      até mais: longitude e altitude (até à camada de ozono).
      e ainda bem, porque no paraíso do Senhor é a serpente que complica a relação (ou seja, a Eva não consegue ser inocente e o Adão deixa de ser ingénuo). fun qb 😉

  10. nanovp diz:

    Vá lá nada de castigos, fica bem assim…

Os comentários estão fechados.