J’accuse!

Eu não sou de intrigas. Mas anda aí um editor, pelo back-office deste blog, todo simpatias amaneiradas, a sugar a criatividade de alguns tristes para outras paragens de fôlego.

Sobre Pedro Norton

Já vos confessei em tempos que tive a mais feliz de todas as infâncias. E se me disserem que isso não tem nada a ver com tristeza eu digo-vos que estão muito, mas muito, enganados. Sou forrado a nostalgia. Com umas camadas de mau feitio e uma queda para a neurose, concedo. Gosto de mortos, de saudades, de músicas que nunca foram gravadas, de livros desaparecidos e de filmes que poderiam ter sido. E de um bom silêncio de pai para filho. Não me chamem é simpático. Afino.
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

13 respostas a J’accuse!

  1. Henrique Monteiro diz:

    Quem é o vampiro(a)?

  2. Intrigas é coisa de gente do piorio, Deus me livre…

    Manuel Fonseca, venha cá depressa que alguém – o Pêéne, um diabo encarnado! -, está dizer que você, pronto, é mariquinhas, e está a desviar ovelhinhas inocentes e não sei quê que não posso com tanta perfídia!

  3. Ivone Costa diz:

    E a Tia, PN, a Tia não diz nada?

    • Escrever é Triste diz:

      Diz, diz, então não diz:
      Kiss and make up, boys, e a menina iGenie, trate de não ser venenosa, ai de si!

  4. Também não sou de intrigas, mas diga-me lá uma coisa, Mr. Norton, é verdade que você era o convidado de honra do Congresso do Amor e à última hora, sabendo que o Julio Iglesias não ia lá cantar, se baldou…

  5. Ai é do dito Congresso (há quem lhe chame abichanado) que Mr. Norton fala? Se é, eu posso jurar, seja ceguinho e parta a espinha, que o editor está totalmente inocente.

  6. curioso (amore mia) diz:

    também vou lá estar 😉

    Congresso do Amor em Coimbra
    O amor vai ser debatido nas suas amplas manifestações no próximo dia 16 de fevereiro
    A Quinta das Lágrrimas, em Coimbra, vai receber o Congresso do Amor no próximo dia 16 de fevereiro.

    A temática vai ser debatida nas suas várias manifestações por especialistas que integram o programa do congresso.

    Joana Vasconcelos vai falar sobre o amor nas suas obras; os autores dos blogs “Short Love Stories” e “Escrever é triste” vão debater a temática do amor na blogosfera; José Tolentino Mendonça aborda as manifestações de amor na obra de Sophia de Mello Breyner. O amor no marketing e no cinema também fazem parte do painel de discussão.

  7. Maria do Céu Brojo diz:

    Olha «pra» mim sem saber de nada! Distraída como sou nem admira.

  8. Pedro Norton diz:

    Tristes: não se deixem enganar. O editor, além de amaneirado, é perfido. Isso do congresso do amor onde ele vai declamar com o Leote (que rico par!) não tem nada a ver com isto. Não é para congressos que o vampiro alicia. Suga-lhes a criatividade para livros. Deixa-os sem uma pinga de sangue aqui para o blog e depois manda mails a pôr a malta na ordem. Enfim…

    • Ó Pê Éne confesse: aquilo do Congresso do Amor foi invenção sua – linha Daniel Filipe – e depois deu-lhe um rebate e os amigos é que o salvaram… Vá lá, foi ou não foi? E que é isso do editor? Um anjo é o que é… ao serviço da cultura e do povo. Se me é permitido dizer: vai ver como ete blog vai ser seminal…

  9. Bernardo Vaz Pinto diz:

    enganado como o marido encornado, isso é que é….

Os comentários estão fechados.