Lovers´Anatomy & Bibliophilia

Se o rodapé é o tornozelo, escrever-lhe notas devia ser dar-lhe beijinhos. Em volta.

Sobre Eugénia de Vasconcellos

Escrever também é esta dor amantíssima: os lábios encostados à boca do silêncio, auscultando, e nada, esperando dele a luz que beije. É assim, pelas palavras se morre, pelas palavras se vive.
Esta entrada foi publicada em Escrita automática com as tags . ligação permanente.

10 respostas a Lovers´Anatomy & Bibliophilia

  1. C’est pas possible:

  2. nanovp diz:

    Seriam pequenas notas de rodapé, em volta do pescoço?

Os comentários estão fechados.