Onde há luz…

African Football in Guinea Bissau

Miúdos a jogar à bola na Guiné Bissau. Fotografia de Daniel Rodrigues a que foi atribuído o prémio do World Press Photo na categoria Daily Life

Daniel Rodrigues tem 25 anos é fotógrafo. Esteve, no ano passado, numa missão humanitária na Guiné-Bissau, jogou à bola com uns miúdos, tirou-lhes umas fotografias e… com uma delas (esta que aqui veem) ganhou o prémio World Press Photo na categoria de Daily Life.

Estando desempregado, a vida obrigou-o a vender o seu material fotográfico para fazer face às despesas. Mas onde há esta luz, este bailado e esta harmonia, há esperança. Se não acreditarmos nisto e no Daniel, acreditamos em quê?

 

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom.
Sem nunca me levar a sério – no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom
(e barato).

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

7 respostas a Onde há luz…

  1. Fiquei muito feliz com a notícia e pelo que o prémio possa mudar na vida profissional do autor desta fotografia de beleza super-evidente.

    É pena, no entanto, que a fé no mérito dos outros só nos chegue cá depois de sancionada lá. Se o Portugal que fizémos já não tivesse dito suficientemente sobre nós, este seria mais um bom espelho das pessoas que somos.

  2. Em nada. Estaremos coisa nenhuma!

  3. Saia daí um texto a esta foto, ff.

  4. Maria Domingues Sousa diz:

    Possivelmente mais um talento para a emigração

  5. nanovp diz:

    Na esperança. A partir dela tudo renasce.

  6. Acredito. Joguei à bola nesta luz, num chão assim. Bem trazido, Henrique

  7. Nem mais, Henrique, é isso mesmo.

Os comentários estão fechados.