Santo Título

 

E agora essa certeza de que vamos perder o Mundial de 2014. Imagina a gente torcendo pelo Brasil, o Papa torcendo pela Argentina; alguma dúvida a quem Deus vai atender?

 

Sobre Ruy Vasconcelos

Nasci mais ou menos no Brasil. Vivi em alguns lugares distantes. Em trânsito. Em transe. Em tradução. Por aí, ocupado com palavras. Palavrinhas, palavronas. Conheci estes amigos portugueses um blogue atrás. E gostei do que li.
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

17 respostas a Santo Título

  1. Ruy, por amor da Santa, e julgas que Deus mandava um Papa só com um pulmão se não fosse já para vos dar avanço?

  2. Maria do Céu Brojo diz:

    Talvez não. Os papas também experimentam provações.

  3. Panurgo diz:

    Cristo já se pronunciou: «El ex futbolista argentino Diego Armando Maradona, que celebró hoy la elección del cardenal Jorge Bergoglio como nuevo Sumo Pontífice, aseguró que “el dios del fútbol es argentino, y ahora también el Papa”, y anunció su deseo de reunirse con él»

    Estão tramados.

  4. Mário diz:

    Resta-lhe apostar no árbitro…

  5. Ruy Vasconcelos diz:

    Entendo que você quis dizer no “livre-arbítrio”, não, Mário?

  6. Ó Ruy, nós temos preocupações mais terrenas: gostávamos só de conseguir a qualificação. Está tão tremido…

    • Ruy Vasconcelos diz:

      Pedro, brother, mais tremidos andam os takes feitos pelos cinematografistas aqui do Ceará, que julgam que isso de trepidar a câmera é condição de fine post-modern visual style.

      Portugal pode penar um pouco para classificar. Aí depois, como nas últimas, vai pras cabeças: terceiro ou quarto (no mínimo!). Ainda mais com o madeirense em grande forma, e o Nordeste em peso torcendo pelos lusos. Aliás, já percebeu, Marta, que o melhor jogador de vocês nasceu a caminho daqui, no mei’ do Atlântico? E isso é também um aviso contra prepotências metropolitanas. (E um sobejo de Ythaca —- isso de Ythaca, mas sem prepotência, de novo me lembra a Ivone).

  7. Junho 2014 era uma bela ocasião para um meeting metafutebolístico do EET.

    • Ruy Vasconcelos diz:

      Sim, sim. Se Portugal calhar de vir ao Nordeste, marcamos de nos encontrar todos que puderem. Isso é quase certo: Portugal provavelmente virá para as bandas de cá na primeira fase. E aí, compadre, haja cerveja, praia, boa conversa e muito cinema.

  8. Mário diz:

    Se não lhe agrada vamos deixar o árbitro em paz. Agora, se acredita em Deus também acredita no Diabo. E se Deus é argentino (Maradona dixit) então o Diabo é brasileiro (basta ver as mulheres). Sugiro a camisola (camiseta, porque o acordo ortográfico ainda não chegou ao futebol) com o número 666 (meia-meia-meia).
    Canto não é corner e muito menos escanteio.
    Grande área não é zaga.
    Defesa central não é zagueiro.

    • Ruy Vasconcelos diz:

      Ora, acho óptimo que canto possa ser corner ou escanteio. E camiseta esteja na contiguidade de camisola. Ou zagueiro possa também designar o central. Agora, até onde sei grande área chamamos de grande área mesmo, e não de zaga. De qualquer forma, variantes conformam uma grande área. Elas enriquecem o idioma e acrescem léxico.

      Tudo a favor.

  9. nanovp diz:

    E ninguém pode dizer que foi comprado!

Os comentários estão fechados.