2 look or not 2 look

Rosae_riVta

 

 

 

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre com as tags . ligação permanente.

21 respostas a 2 look or not 2 look

  1. Bruto da Silva diz:

    Claro que não é um lugar: vejam o da Sarita.

    É uma falta de tecido que se usa em certas idades com a mais cândida das (in)tenções 😉

  2. escorrega escorrega e vai parar … 🙂

  3. Olinda diz:

    sempre olhar as colinas: planaltos não devem, digo eu, fazer os olhos brilhar. 🙂

  4. Manuel S. Fonseca diz:

    Há no cinema um plano, o picado na vertical, que corresponde ao olhar de Deus. É o que todo o decote pede.

  5. Ivone Mendes da Silva diz:

    Tendo em conta aquela perspectiva divino-cinematográfica que o Manuel enuncia, quando uma pessoa usa decote fica nas mãos de Deus? Ou nos olhos, que há-de ser a mesma coisa.

  6. Maracujá diz:

    2 look!Twice!

  7. nanovp diz:

    Choose To Look …and slide!

  8. Maria do Céu Brojo diz:

    Belíssima definição!

Os comentários estão fechados.