Postais de Istambul V

Não devia ser sempre assim? Uma tarde de chuva e um museu só para nós?

Pera Museum I. Istambul. Março de 2013.

Pera Museum I. Istambul. Março de 2013.

Pera Museum II. Istambul. Março de 2013.

Pera Museum II. Istambul. Março de 2013.

Pera Museum III. Istambul. Março de 2013.

Pera Museum III. Istambul. Março de 2013.

Sobre Pedro Norton

Já vos confessei em tempos que tive a mais feliz de todas as infâncias. E se me disserem que isso não tem nada a ver com tristeza eu digo-vos que estão muito, mas muito, enganados. Sou forrado a nostalgia. Com umas camadas de mau feitio e uma queda para a neurose, concedo. Gosto de mortos, de saudades, de músicas que nunca foram gravadas, de livros desaparecidos e de filmes que poderiam ter sido. E de um bom silêncio de pai para filho. Não me chamem é simpático. Afino.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

8 respostas a Postais de Istambul V

  1. Olinda diz:

    é preciso que chova, então.

  2. Devia. Ó se devia.

    Já uma vez fiquei invejosa do só para mim, mas foi no cinema: quando o senhor Deep alugou um cinema para ver nem sei o quê com a menina Paradis. Depois, tive sorte: tive duas salas só para mim: numa vi 21 Grams e noutra Breakfast in Pluto, fresquinhos, acabadinhos de sair e ainda sem sucesso algum.

    Vou ficar à espera do museuzinho.

    • Pedro Norton diz:

      olhe que o programa com a menina Paraíso também não é nada de se deitar fora…

  3. é bom termos o museu só para nós 🙂
    belas chapas doutor!

  4. Manuel S. Fonseca diz:

    Museu assombrado: sombras e silhuetas entre as telas

Os comentários estão fechados.