A felicidade

 

A felicidade é como a beleza, não é fácil de encontrar. Não basta saber ler e escrever, nem se partilha, nem se auto-ajuda. A felicidade como a beleza é uma experiência interior, longe da ágora, distante da democracia. Sofre-se. Contempla-se. É psiquiátrica, a roçar a loucura. A felicidade como a beleza é um sonho obstinado, uma ilíada de naufrágio e fracasso. A felicidade como a beleza é a-geográfica: nem é preciso sair de Lisboa, nem viver em Lisboa. A felicidade como a beleza é terrivelmente difícil, insuportável.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

22 respostas a A felicidade

  1. marie diz:

    A felicidade é um excesso, requer paciência para que não se torne insuportável.

  2. Olinda diz:

    difícil. mas creio que simples.

  3. Carla Lopes diz:

    Muitas vezes, de tão intensa, chega a doer, o peito parece que vai explodir.Diferente de uma dor de amor que se arrasta, a da felicidade é aguda e de uma precisão invejável.Para nossa sorte é efêmera.

  4. O que permite à felicidade ser suportável é ela ter um bocadinho de tristeza como a mulher bela do Vinicius.

  5. Mário diz:

    Não acho que a felicidade seja fulgurante. A felicidade é delicada, subtil, tanto que muitas vezes não damos por ela. Mas ela está lá. E só percebemos isso quando ficamos infelizes. E não se deve dizer “somos felizes”, mas antes “estamos felizes”. Porque a felicidade chega e vai embora. Até ao próximo momento de felicidade. Como este texto (não o meu, o do Manuel).

  6. Manuel S. Fonseca diz:

    Obrigado. Até ao seu próximo e feliz comentário.

  7. Felizmente que temos este blogue.

  8. Maria Lima diz:

    …estou feliz…sem que isto signifique nao estar infeliz…num estado de alma que regurgita serenidade…e, como a beleza…tanto pode ser uma bencao, como uma maldicao!

  9. nanovp diz:

    É tudo isso, com comprimidos e com tristeza até a felicidade se transforma…

  10. A felicidade compra-se (com mucho money):

  11. Peut-être bien qu’oui, peut-être bien que non.

  12. GRocha diz:

    Felicidade?!Beleza?!?! o qu’é lá isso?!?!? deve ser algo que um dia se descobrirá as “ossadas” num qualquer terreno baldio e se vão tecer milhares de teorias :P, nenhuma válida, claro está! 🙂

  13. Maria do Céu Brojo diz:

    De facto, o ‘simples’ de viver é logro, tamanha a exigência.

Os comentários estão fechados.