Os Filmes das Vidas Deles

how-green-was-my-valley-maureen-o-hara-walter-pidgeon-1941

Chama-se “Os Filmes das Vidas Deles“. É um novo blog, dirigido por um cinéfilo, o Jorge Silva. Vai publicar com regularidade as escolhas de outros cinéfilos, críticos, realizadores. Sabe Deus que fraqueza lhe terá dado e vai daí convidou-me para escolher os meus 10 filmes favoritos. Menti-lhe claro. E nem podia ser de outra maneira, porque só mentindo se escolhem 10 filmes entre as 1001 obras-primas que fazem a história do cinema. Como castigo, obrigou-me a fazer um auto-retrato em cinco linhas e a responder a um inquérito, não sei se de Proust, se de Baudelaire. Está tudo aqui.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.

Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

9 respostas a Os Filmes das Vidas Deles

  1. Jorge Silva diz:

    Tell me lies, tell me sweet little lies. Foi uma honra ter o depoimento do Manuel a inaugurar o blog. E a sua generosidade não se ficou por aqui… Ainda fez este post! Adorei as suas mentiras! Tal como Jack Nicholson em “As Good as It Gets”, melhor (inauguração) é impossível.

  2. Bem me parecia que eras um homem dos “Encontros Imediatos”: aquele olhar do miúdo fixado no céu como uma guloseima (“ice cream!”) também é teu.

  3. Já lá fui bisbilhotar tudo! Fartei-me de gostar da ideia do blog e fui surpreendida com a entrevista – também subscrevo o conceito de filme do dia ao lado dos pratos assinatura da casa.

  4. Maria do Céu Brojo diz:

    Por lá me demorei. Registo o meu apreço.

Os comentários estão fechados.