Amo-te, Amor

Não há maior amor, nem amor mais puro, do que o amor pela ideia de amor. É nesse amor que está, verdadeiramente, o amor eterno, o amor que nunca se destrói. E é nesse amor que se encontra a primeira condição para o amor entre dois seres humanos. Quem nunca se enamorou pelo amor jamais poderá amar um homem ou uma mulher. Ainda que não saibamos se é amor aquilo que queremos que o seja, isso de nos deixarmos enamorar, quando já ninguém usa a palavra enamorar, pela promessa de eternidade que o amor mais perfeito e indestrutível, o amor pela ideia de amor, comporta.

Sobre Diogo Leote

Longe vão os tempos em que me divertia a virar costas a senhoras que não gostavam de Woody Allen. Mas os preconceitos de então ficaram-me. O de preferir as vozes sofridas e os gritos de raiva, ou os sons negros e abafados, ao fogo-de-artifício dos refrões fáceis. O de só admitir happy ends em situações excepcionais, quase sempre em histórias de amor em que ninguém apostaria um cêntimo. O de não procurar encontrar explicação para os desígnios insondáveis da sedução ou para tudo o que não é dito, que é quase tudo, na grande arte. E continuo com esta mania de andar atrás da tristeza. Dizem os psicólogos que isso é um privilégio dos que não a têm no seu código genético. Eu não os desminto. A verdade é que, se não embirrasse tanto com a palavra “feliz”, até a usaria para exprimir o prazer que sinto ao escrever sobre almas abandonadas ou corações destroçados. Ainda bem que escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

13 respostas a Amo-te, Amor

  1. Bruto da Silva diz:

    Já por lá passei mas depois não funciona. O amor é real, de carne e osso, podendo ser prejudicado pela quimera que o antecede. Amar é estar junto, é dar e receber. Nada de Dulcineia.

    • Diogo Leote diz:

      Caro Bruto da Silva, já lá passou e não funcionou? Mas o amor não é um fim em si mesmo, apenas um meio para se chegar ao amor a dois.

  2. Manuel S. Fonseca diz:

    Diogo, tu amas… está escrito.

  3. Onde está o espaço para assinar em baixo?

    • Diogo Leote diz:

      Eu bem sabia que a menina Eugénia se tinha enamorado pelo amor muito antes de todos nós.

  4. Olinda diz:

    certíssimo: amar o amor para viver o amor que é amar.

  5. riVta diz:

    fazes-me sempre
    demorar a responder
    continuo sem saber
    que te dizer

  6. Diogo Leote diz:

    I got the message. Mas… será que sou eu que te deixo sem palavras?

  7. Maria do Céu Brojo diz:

    Amar o amor comporta perigos. Já por lá passei e não foi um gosto. Prefiro amar-me para amar perdidamente os outros. Narcisismo, excluído, claro.

    • Diogo Leote diz:

      Amar o amor não será também um bom principio para nos amarmos a nós próprios na dose certa?

Os comentários estão fechados.