Museu das Curtas de Julho

 

 

O reverendo D' Ewes Coke, sua mulher Hannah e Daniel Parker Coke. circa 1781-81 Joseph Wrigth of Derby. Óleo sobre tela, 152,4 X   177,8, Derby Art Gallery. Derby

O reverendo D’ Ewes Coke, sua mulher Hannah e Daniel Parker Coke. (circa 1781-82)
Joseph Wrigth of Derby.
Óleo sobre tela. 152,4 X 177,8. Derby Art Gallery. Derby

Aqui já é Julho, queridos Tristes, mas no jardim dos D’ Ewes Coke parece-me Outono e alguma coisa se decide. Contai-me, com pormenores, para onde estão eles a olhar.

 

Sobre Ivone Mendes da Silva

Entre lobos e anjos me habituei a escrever. É talvez por isso que, para além de asas e de uivos, as palavras me tropecem e não encontrem sozinhas o caminho das folhas. Nessas alturas, peço para elas a bênção da tristeza, musa de sopro persistente, que triste me faz e a acolhedoras mesas me senta.
Esta entrada foi publicada em Museu das Curtas. ligação permanente.

4 respostas a Museu das Curtas de Julho

  1. Maria do Céu Brojo diz:

    História com reverendos está mesmo a pedi-las! Ecolha motivadora, Ivone.

  2. mar diz:

    Onde se vai plantar os mirtilos?

    • Bruto da Silva diz:

      Já naquele tempo? Em Derby?
      Creio é que ele aponta para a longa pose que ali os amarrará até ao ano seguinte (1782) 😉

Os comentários estão fechados.