O balde, a pá, a areia – milhares de anos de história

image
Os miúdos vão ao mar, enchem os baldes e os regadores, e tentam, depois, encher de água os buracos que fizeram na areia. São piscinas, são poços, são o que a sua imaginação quer.
Nas brincadeiras de praia não há tecnologia. Em casa, com iPhones e iPads brincam com jogos improváveis, onde assumem a posição de um explorador, de um caçador, do que for. Mas na praia não há electrónica, continua como sempre a ser o balde, a pá, a peneira, o regador, o ancinho – símbolos da nossa civilização agrícola, último reduto da resistência às revoluções industriais e tecnológicas.
Santo Agostinho, que além de santo era sábio, num sonho que relata, viu-se numa praia deserta onde uma criança ia ao mar buscar água com um balde de madeira, despejando depois a água num buraco que fizera previamente. A criança queria esvaziar o mar e Agostinho mostra-lhe a impossibilidade da tarefa. Mas a criança era um anjo, um enviado, e respondeu-lhe, determinado: é mais fácil esvaziar o mar do que o homem compreender os mistérios de Deus.
Não me quero meter pela teologia, mas tendo Santo Agostinho vivido nos séculos IV e V – há mais de 1500 anos, portanto – apenas me socorro dele para sustentar a ideia da antiguidade do balde, da pá e da areia,
Há coisas que não mudam, e uma delas é as crianças quererem esvaziar o mar.

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom. Sem nunca me levar a sério - no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom (e barato).
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

4 respostas a O balde, a pá, a areia – milhares de anos de história

  1. maria diz:

    …mais as forminhas…

    Gostei muito!

  2. Luis Lopes diz:

    Está uma Maravilha de texto.

  3. celeste martins diz:

    E o prego ? de vidro colorido e com aspecto de parafuso transparante para os ricos !! para os outros também dava um grande…de metal! Eu tive um destes e fui muito feliz!!!!

Os comentários estão fechados.