60 segundos

Há um ditado que diz, «Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão»… não é?  Mas não é o caso. É pior. É mesmo um momento de pura pirataria.

Um ‘Die-Hard’ caseiro. Um assalto ao programa «Mais Mulher», do Canal SIC Mulher, com Ana Rita Clara e Maria João Lopo de Carvalho que divulgam de forma amigável, séria e interessada, o livro da nossa Eugénia.


 Canal Sic Mulher, Programa «Mais Mulher» – Temporada 6, episódio 4.

 

 

*

 

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

8 respostas a 60 segundos

  1. Olha que livro tão bonito. É o livro que Lisboa (ou será Portugal?) ama em segredo… Agora há esta coisa de os livros, como no filme do Truffaut, quando são mesmo bons, serem lidos em segredo… Ah, valente Maria João.

  2. Sempre ouvi dizer que se chamava SIC gaja:

  3. nanovp diz:

    Rita vai divulgando que eu sózinho não chegava lá, os parabéns para a Eugenia que isso é que interessa….

  4. Maria do Céu Brojo diz:

    Parabéns para a Rita e outros tantos para a Eugénia.

Os comentários estão fechados.