Toda a política é uma ilusão

Toda a política é baseada na esperança, toda a esperança é uma ilusão. A chamada realpolitik não passa de uma enorme maçada, coisa de Metternich e de Talleyrand. A política que hoje se chama política deixou de ser a arte do possível para ser a venda do impossível. É por isso que, hoje, toda a gente sabe de política e toda a gente tem soluções para tudo. Mas isto digo eu, que sou mal diposto

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom. Sem nunca me levar a sério - no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom (e barato).
Esta entrada foi publicada em Escrita automática. ligação permanente.

10 respostas a Toda a política é uma ilusão

  1. Fernanda Silva diz:

    Se fosse só você o desiludido!

  2. Toda a verdadeira ilusão é apolítica

  3. Luis Lopes diz:

    Não é só você,eu também.Agora a pergunta de um Milhão de Euros : Como se acaba com essa maldita sub-espécie que apareceu só para fazer mal e encher a barriga com o trabalho de Pessoas Sérias ?.

  4. António Barreto* diz:

    E temos mais um dos muitos paradoxos das democracias, a saber; todos sabem de política, mas muito poucos participam nela. A democracia representativa está em decadência; urge integrar no processo político elementos participativos, abrindo a intervenção à “sociedade civil”, acabando com o monopólio partidário da representação política.

  5. Bartolomeu diz:

    Lamento que não existam mais mal dispostos que possuam a mesma opinião acerca da política, que a divulguem, a expliquem e em época de eleições a usem.

  6. só posso, obviamente, discordar: a arte de, e para, o bem comum só pode ser possível . e a esperança é, como só pode ser, a possibilidade em potência constante. sem política e sem esperança não existe Cidade. nem Cidadão.

    (come uma bola de berlim, Henrique. ou então vai apreciar uma pernas morenas para a baixa enquanto o frio não chega) 🙂

  7. JPR diz:

    O verdadeiro “ilusionista” que durante anos destilou fel sobre políticos e manipulou a opinião pública, e que com mais uns quantos diretores de jornais, se consideram os verdadeiros políticos deste País, tecendo comentários sobre tudo e todos, colocar em causa a esperança do ser humano é verdadeiramente revelador….
    Palavras para quê, escrever é mesmo triste!

  8. nanovp diz:

    O lado positivo é que a má disposição passa….o resto talvez se mantenha ainda por muito tempo…

Os comentários estão fechados.