Alegrete, Tristonho e Tristíssimo: 100 pontos no Wine Spectator

vinho

Roam-se. Pode ser de inveja, sim. Ou de raiva, oh, oh. Olhem-me bem para este line-up de elegância e linhas sensuais. Os dedos da Joan Smalls, a turbulenta linha de peito da Saskia de Brauw, a simetria das sobrancelhas de Liu Wen, são um pilriteiro ao pé da assombrosa classe deste novo vinho que vai fazer geriátricos os Douro Boys.

E antes de continuar, façam o favor de olhar outra vez.

mais vinhos

Nem sei bem como é que começou. Mas foi no face, o malfadado face. Sei que troquei mimos com um leitor e regularíssimo comentador do EeT. E ele, o Valdemar  Martins, prometeu-me um copo da colheita dele. E depois pensou melhor e achou que mais valia uma caixa de vinhos para os gloriosos Tristes do que um copo para este incipiente aprendiz da verdadeira Tristeza. Resultado: o muito próximo jantar dos Tristes, com a TIA na presidência, já tem o mais nobre dos vinhos a acompanhar. Estas 6 garrafas, branco alegrete, rosé tristonho, tinto tristíssimo, vão fazer as honras da casa.

Tenho a certeza de que voltaremos a este assunto. Ao Valdemar, que nos cumulou com tanta gentileza, agradeço eu agora, sabendo que, daqui a uma semana, o afogará uma alterosa vaga de Tristeza e gratidão. É só deixá-los, aos Tristes, sentarem-se à mesa.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

19 respostas a Alegrete, Tristonho e Tristíssimo: 100 pontos no Wine Spectator

  1. Lá por dar de comer a uma milhão de portugueses, não deixa de ser uma beberagem de sacristães e padrecas, viva o espírito nas bebidas:

  2. Mas que ideia gira e generosa – sim, Manuel Fonseca, e de elegância toda boa menina, ou será menina boa? E já agradeceu a Valdemar em nosso nome? E nome da coisa: Alegrete, Tristonho, Tristíssimo? Fartei-me de gostar.

    • Manuel S. Fonseca diz:

      Eugénia, estas garrafinhas são, tenho a certeza, meninas boas. No jantar de 5ª converso com elas.

  3. Pedro Bidarra diz:

    Supremo luxo: esta casa tem vinho. Vinho da casa. Viva o Valdemar

  4. Lingrinhas diz:

    Caro Manuel:
    Não tenho palavras para lhe agradecer tanta gentileza; o prazer foi meu, aliás o prazer é meu por ter o privilégio de desfrutar os textos do Escrever é Triste.
    Temos apenas um problema de líquidos com o Táxi Pluvioso. Vamos ver se remediamos isso…

    • Manuel S. Fonseca diz:

      Ou seja, e para os que ainda não estavam a par do segredo: o Lingrinhas é o nosso Valdemar. Meu caro, aqui fica lavrado e protestado o nosso infinito agradecimento. Foi um gesto bonito e criativo. Muito obrigado.

  5. riVta diz:

    ah ah ah
    que giiiiirooooooooooooooo

  6. nanovp diz:

    Que sede! Afogar a tristeza aqui será pura alegria!!!!

Os comentários estão fechados.