Ingrid Thulin, actriz de Bergman. E vão três…

Ingmar_Bergman_and_Ingrid_Thulin_-Tystnaden

Ingrid Thulin é a antítese de Bibi An­dersson. No universo de Bergman, Thulin é a «outra» loira, mulher fria e frígida que leva a dor e a incomunicabilidade ao ex­tremo da automutilação, muito para além das lágrimas e suspiros. Passa, aflitiva e lírica como os acordes de “Für Elise” pelos nossos ouvidos.  “Lágrimas e Suspi­ros” era o filme em que ela, na mais apavorante cena de Bergman, corta pela matriz esse lume ilícito que a enve­nena cruelmente e que era já o mesmo de “O Silêncio“. Vejam e aflijam-se.

São essas duas composições que nos fa­zem esquecer a mulher esplêndida que, de “Morangos Silvestres” à “Hora do Lobo“, trazia na face uma luz que só podia ser de Inverno, tanto nela se combinava o pra­zer e a dor, o desejo e o medo.

Deve gostar de receber cartas longas. Escrevam para: Kevingestrand, 7 B, 18231 Danderyd, Suécia.

[Isto era em 1989, quando esta nota apareceu escrita no “Semanário”. Entretanto, em 2004, Thulin desistiu de lágrimas e suspiros e foi-se embora. Mas acho que se lhe escrevermos cartas, ela passa a buscá-las.]

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

6 respostas a Ingrid Thulin, actriz de Bergman. E vão três…

  1. olinda de freitas diz:

    e há-de ter sido para afligi-la que lhe escreveste uma curta. 🙂

  2. Ela é que me aflige, a mais genialmente aflitiva das actrizes

  3. nanovp diz:

    Um verdadeiro “filme vermelho” . Uma encenação da tragédia da mentira que corrompe tudo…

  4. Maria do Céu Brojo diz:

    E logo eu que adoro cartas timbradas e com selo para coleção…

Os comentários estão fechados.