Mais aldrabões do que qualquer político

Sim, denuncio-os! Há tipos mais aldrabões do que os políticos e os vendedores de banha da cobra juntos. São os que fazem canções!

Toda a juventude sonhei com uma rapariga de Marte que fosse sincera. Isto porque, segundo um autor do final dos anos 50, Billy Cafaro, os homens de ciência asseguravam que nos anos 70 já podíamos ter uma namorada de Marte. E não era uma qualquer! Era uma que, gorda, magra, branca ou negra, não se pintava, nem fumava e nem sequer soubesse o que era rock ‘nroll. Espero que soubesse cozinhar.

Mas ocorre-me, agora que essa mulher possa ser a Bimby. Estarei certo?

Aqui fica a letra e a música na prestimosa interpretação em português do Brasil de Sérgio Murilo.

Ignorada marcianita,
aseguran los hombres de ciencia
que en 10 años más, tu y yo
estaremos tan cerquita
que podremos pasear por el cielo
y hablarnos de amor.

Yo que tanto te he soñado,
voy a ser el primer pasajero
que viaje hasta donde estás.

En la tierra no he logrado
que lo ya conquistado
se quede conmigo no más.

Quiero una chica de Marte que sea sincera,
que no se pinte, ni fume,
ni sepa siquiera lo que es rock and roll.

Marcianita, blanca o negra,
espigada, pequeña, gordita,
delgada, serás mi amor.

La distancia nos acerca,
y en el año 70 felices seremos los dos.

Quiero una chica de Marte que sea sincera,
que no se pinte, ni fume,
ni sepa siquiera lo que es rock and roll.

Marcianita, blanca o negra,
espigada, pequeña, gordita,
delgada, serás mi amor.

La distancia nos acerca,
y en el año 70 felices seremos los dos

 

Sobre Henrique Monteiro

Nunca fui um sedutor, embora amasse algumas mulheres hospitaleiras. Nunca fugi de um combate, mas sempre invejei quem, ao abrir as portas de um saloon, provoca pânico entre os bandidos. Tenho nas veias sangue jacobino, mas odeio revoluções e igualdades uniformizadoras. Sou pacato e desordeiro, anarquista institucional, maestro falhado, cantor romântico e piroso a quem falta tom. Sem nunca me levar a sério - no melhor sentido da palavra, acho que apenas sou um homem bom (e barato).
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

5 respostas a Mais aldrabões do que qualquer político

  1. J diz:

    Se o poema que está em cima está escrito em português do Brasil, já compreendo porque é que o Papa Francisco terá dito, segundo consta, que a língua portuguesa era um espanhol mal falado

  2. Deixe lá Henrique, que os aldrabões do Espaço 1999 são piores que os das canções! Onde é que está o meu rico Allan? Olhe… se calhar em Marte.

  3. E de Vénus não se arranja ninguém?

  4. nanovp diz:

    É o que dá acreditar em Marcianos…

  5. João dos Passos diz:

    Henrique, não se iluda, não é um Homem Bom

Os comentários estão fechados.