Presépio

Natal_2013

Sobre Rita Roquette de Vasconcellos

Apertava com molas da roupa, papel grosso ao quadro da bicicleta encarnada. Ouvia-se troc-troc-troc e imaginava-me a guiar uma mobylette a pedais enquanto as molas a passar nos aros não saltassem. Era feliz a subir às árvores, a brincar aos índios e cowboys e a ler os 5 e os 7 da Enid Blyton. Cresci a preferir desenhar a construir palavras porque... escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre com as tags . ligação permanente.

10 respostas a Presépio

  1. Maria do Céu Brojo diz:

    Ai que «posta» mais linda e atual! Posso fazer um pedido? Mesmo sem reposta, adianto – como representaria o Natal dos pensionistas da Função Pública após o acórdão do Tribunal Constitucional?

  2. Mário diz:

    Podia ser uma pergunta para a Prova de Avaliação dos Professores Contratados (o que é um contra-senso pois eles não têm contrato). Hipóteses:

    1 – Porque estou farto de gastar dinheiro;
    2 – Porque há filas para tudo;
    3 – Porque o civismo das pessoas bate no fundo;
    4 – Porque no meu tempo era o Menino Jesus que dava prendas e agora fica nas janelas;

    (…) e tudo para os fazermos felizes (o que não deixa de ser uma razão muito forte)

  3. Ó. Somos nós em pânico….

  4. Ana Rita Seabra diz:

    Eu estou igual 🙁
    Rita, um beijinho grande e aproveito para desejar um Santo Natal!!!

Os comentários estão fechados.