Galeria de Heróis – Janis Joplin i love u

No outro dia, ouvi uma daquelas pessoas inteligentes dizer coisas inteligentes e pensei: estou lixada. Afirmou: basta olhar para a galeria de heróis de alguém para sabermos a vida que terá. Sempre fui bem mandada. Estive a fazer uma lista de heróis persistentes na duração do tempo. Porém não me resultou a futurologia – se por acaso descobrir a vida que vou ter, conte-me, a que já tive, não é preciso maçar-se, lembro-me dela.

Ora, os meus heróis viviam lá em casa. Acima, a reger o mundo, a minha avó. Mas não a mostro, é minha. Conto esta para começar o futuro, uma das primeiras dessa galeria extra-familiar. Ainda antes da primeira classe já dançava muito. O quê? Janis Joplin. Esta música dançava-a de olhos fechados. Adorava. Lixada, sim, mas graças a Deus.

Ps: Manuel Fonseca, Rita!, nosso próprio Dom Henrique, contem lá os vossos heróis: todos duma vez, às prestações que vida vai dura, ou umzinho só – não sou esquisita e é tudo em benefício da futurologia. E dai continuidade à coisa blog afora. Sim?

Sobre Eugénia de Vasconcellos

Escrever também é esta dor amantíssima: os lábios encostados à boca do silêncio, auscultando, e nada, esperando dele a luz que beije. É assim, pelas palavras se morre, pelas palavras se vive.
Esta entrada foi publicada em Post livre com as tags . ligação permanente.

16 respostas a Galeria de Heróis – Janis Joplin i love u

  1. llopes49 diz:

    Foi o meu primeiro Amor,quando ela o matou,senti tanto que ainda me lembro,e já passaram taaaantos Anos.

  2. Também gostei sempre muito dela e da arreganhada revolta das canções. Ainda que – privilégio de feios como só eu – a achasse um estafermo. Linda, linda e somebody to love, era a Grace Slick, dos Jefferson Airplane. E um par de pernas cor de azeitona tinha-as, inesperadas e firmes, a Joan Baez. Passava por elas o mesmo macilento ar da revolução que, depois, se ia infiltrar nas narinas de Che Guevara.

  3. Mario diz:

    Preferia a Cry Baby ou a Mercedes Benz, mas herois so mesmo o Jim Morrison…bolas, dum ao outro a coisa nao vai acabar bem 🙂

  4. Um herói “pra futuro”, glosando Passos Coelho (não necessariamente um white rabbit):

  5. nanovp diz:

    Aquela voz parecia sair de outra cara que não aquela, de menina dorida no amor…são estrelas que brilham num céu demasiadamente escuro…e são poucas como esta…

  6. maria diz:

    “That”s it!”

  7. Maria do Céu Brojo diz:

    Olha a bela ideia de trazer aqui a Jani dos meus amores!

Os comentários estão fechados.