Pode o rato enterrar o gato?

 

Lubok satírico

Este lubok de 1760 – o que, em tradução rudimentar quer dizer caricatura satírica – mostra-nos a festa de muitos ratos e ratas a enterrarem um indesejável, impertinente  e arbitrário Gato. O lubok era um produto da arte popular russa e, na velha tradição de um povo que tinha de dizer uma coisa para significar outra, a espontânea azáfama de tanta rataria era uma sátira aos funerais do Czar Pedro, o Grande.

Este tempo ucraniano, tantos ratos e ratas, o supino Gato, pedem-nos uma visita aos  velhos lubok. E não é para enterrar ninguém. A não ser que nos queiramos enterrar todos.

Sobre Manuel S. Fonseca

O meu maior medo é que a morte seja tudo às escuras sem se poder ler. Pouco interessa deixar de ser humano, desde que não deixe de ser leitor. Ler é do mais feliz que tenho. Até porque escrever é triste.
Esta entrada foi publicada em Post livre. ligação permanente.

9 respostas a Pode o rato enterrar o gato?

  1. nanovp diz:

    Não sei não…se isto ainda vai dar enterros….e não haverá caricatura que nos ajude….

  2. Mario diz:

    Esta tudo bem. O gato leva a crimeia em jeito de premio de consolacao e os ratos (e as ratas) entram para a UE e, mais tarde, para a NATO. Pobre gato.

  3. António Barreto* diz:

    Provavelmente já só há ratos e ratas!

  4. Já ninguém sabe se mie se chie.

Os comentários estão fechados.