Arquivos Mensais: Abril 2014

O mundo é um projecto inacabado

É noite de dançar isto, noite de piano (Jacques Loussier), violino (Jean Pierre Wallez) e percussão (André Arpino). Roupa leve, linho e seda. É noite de esquecer. O mundo será sempre um projecto inacabado.  

Publicado em Post livre | 10 Comentários

Eu sou do porto

É sempre demorada a travessia. Há muito preto quando é noite e muito azul quando é de dia. Há muito mar entre cada porto e muita monotonia enjoada em gasóleo e maresia. E há muito cinzento e má vontade em … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 4 Comentários

A barata vai ter que morrer

Estou na cabine 105. É uma das cabi­nes de proa no con­vés infe­rior mesmo no fim do cor­re­dor a esti­bordo. É de longe a melhor cabine do con­vés infe­rior. Na ver­dade con­vés infe­rior não é o termo certo, é um … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 5 Comentários

No trânsito

ENGARRAFAMENTO Há quem ame à esquerda e à direita e no vermelho dos semáforos, assim, de asas cardíacas em voos rápidos: é o amor à velocidade do olhar, à esquerda, à direita, e no vermelho dos semáforos. Não sei esse … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 6 Comentários

Um texto raro de Vasco Graça Moura

Fará em Novembro 13 anos, para a minha primeira editora, a Três Sinais, para prefaciarem os diferentes livros da Bíblia, convidei personalidades da cultura portuguesa como Eduardo Lourenço, Agustina, João Miguel Fernandes Jorge, Manoel de Oliveira, João Bénard da Costa, José … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 9 Comentários

Será?

crescemos iguais ao que somos

Publicado em Escrita automática | 9 Comentários

Amor em telhados de vidro

AMOR EM TELHADOS DE VIDRO Apaixonei-me. Não, não, nada disso. Apaixonei-me por Lisboa. Foi há muito tempo atrás, aí pelos meus dezoito anos. Agora posso dizer que a amo. Exagero como todos os apaixonados. Amo alguns bairros de Lisboa. Desde … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 6 Comentários

Bons garfos, grande poetas.

Vivemos num país de bons garfos e grandes poetas. Assim, como «Dia da Poesia» é todos os dias, aqui vai retirado deste livro original e tão bem organizado pela Ana Vidal, amiga e parceira de cantorias,  uma ‘pouca de palavras’ a … Continuar a ler

Publicado em Está Escrito | 10 Comentários

Plágio Descarado

Homem que me perdoe, mas sedução é fundamental Precisa de caráter e verdade transbordantes como vulcão Que o olhar derrame lava e urgência Misturar nos gestos tango e valsa lenta Ter sorriso de que apeteça descobrir os mistérios e rir … Continuar a ler

Publicado em Trasladações e Outras Ossadas | 6 Comentários

Coisas do Tempo e da Vida

Tudo passa. Nada fica. O homem teima em construir o tempo, pedra sobre pedra. Mortal, perdido na eternidade do mundo, agarra-se ao mais pequeno pedaço de terra, amarra ou tábua de salvação, o horror de cair no abismo infinito. Pode ser do … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 8 Comentários

Vasco Graça Moura

Falei com ele há poucos dias e estava a pensar telefonar-lhe amanhã. Andávamos há mais de um ano a falar de um livro que ele já não escreverá e a começar a preparar outro que quero e é agora ainda … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 11 Comentários

Domingo triste…de passar

Foto de Rodrigo Cabral Um Domingo Estoril Vasco Graça Moura 1942-2014 de passarem navios, petroleiros. de passarem às vezes cruzadores. de passarem as nuvens e os veleiros. de cansarem o olhar os pescadores.   de passarem atletas e mulheres. de … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 4 Comentários

As minhas insónias são melhores do que o vosso sono – o esplendor dos pixels

PAUL CELAN, O ZOHAR, E EU – técnica mista com colagem de versos de todos sobre o esplendor dos pixels – Se sete noites mais alto muda o vermelho para vermelho, se sete corações mais fundo bate a mão à … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 10 Comentários

A mulher nua

Em convulsão metafísica ou embalo estético, o cinema gosta da mulher nua. Fruto de minuciosa investigação, deixo-vos uma lista de temas, situações e lugares que os filmes usaram como desculpa para a despir. 1. A Bíblia, obsessão americana inaugurada por … Continuar a ler

Publicado em Post livre | 10 Comentários

EV Phone Home

CASA Enfiei três livros, um caderno de notas e o portátil num saco. Ainda passei Isdin no rosto, no decote, nas mãos: sol a pique e vento forte – mesmo bom para secar o cabelo enquanto conduzia. Hoje gostei de … Continuar a ler

Publicado em Post livre | Tags | 13 Comentários